Serviços para Cidadão

Cultura de Paz, Saúde e Cidadania

Área Técnica Cultura de Paz Saúde e Cidadania

Apresentação


A Secretaria Municipal da Saúde vem desenvolvendo um conjunto integrado de políticas públicas voltadas à diminuição do impacto das diferentes formas de violência e acidente no campo da saúde pública na cidade de São Paulo. Atualmente, a coordenação dessas atividades está sob responsabilidade da Área Técnica de Cultura de Paz, Saúde e Cidadania da Atenção Básica.


As pessoas em situação de violência, em suas mais diversas formas: sexual, doméstica, institucional, acidente de trânsito, homicídios, suicídios, e nas relações de trabalho, normalmente recorrem ou são encaminhadas aos serviços de saúde. A violência, sem dúvida, gera altos custos para a sociedade, para os indivíduos e para o setor saúde. Além disso, pode deixar diversas seqüelas graves. Frente a esta situação é essencial implementar ações de cuidado integral, apoiada em iniciativas de prevenção e de promoção à saúde.


Reconhecer a violência e os acidente como um a questão de saúde pública, constitui um grande avanço no setor. A compreensão da complexidade do fenômeno violento exige uma abordagem interdisciplinar e intersetorial.

Objetivos e Estratégias


Implementar uma atenção integral em saúde às pessoas em situação de violência. 


Constituir uma Rede de Cuidados, articulada com outras Redes de Apoio, para oferecer uma atenção integral às pessoas em situação de violência. Estamos investindo na capacitação e acompanhamento dos profissionais, assim como na elaboração de material educativo de suporte, tais como revistas, manuais e vídeo.


Produzir informação para subsidiar o diagnóstico, planejamento, monitoramento e avaliação no desenvolvimento de ações de enfrentamento de violências e acidentes


Apoiar a implantação da notificação em saúde de casos de violência e acidente a fim de dimensionar o impacto da violência e dos acidentes na vida das pessoas e nos serviços de saúde. As notificações viabilizam um sistema de registro com informações fidedignas que são essenciais para a elaboração de estratégias de promoção da saúde e prevenção da violência e acidente, além de contribuir para incorporar o cuidado às pessoas em situação de violência nas rotinas institucionais.


Mobilizar e conscientizar a sociedade para promoção e prevenção de violência e acidente na perspectiva da construção de uma cultura de paz e da cidadania.

 
Formar e articular as Redes de Paz para a articulação de políticas públicas com outras Secretarias de Governo, ONGs e comunidade no sentido de contribuir para a construção de uma cultura de paz e não-violência. Em algumas regiões da cidade existem iniciativas para organizar essa Rede de Paz por meio de fóruns, comitês e projetos intersetoriais.

Para saber mais, cliquei aqui.