Notícias

Programa Doutor Saúde leva consultas e exames em unidades móveis a todas as regiões de SP

Primeiro mês terá consultas e procedimentos em três especialidades para mais de 3 mil pessoas

De Secretaria Especial de Comunicação

O programa Doutor Saúde levará atendimentos médicos e exames para todas as regiões da cidade em carretas adaptadas. O prefeito João Doria e o secretário municipal da Saúde, Wilson Pollara, lançam o projeto nesta quarta-feira (8) em Itaquera, na Zona Leste. No primeiro mês, mais de 3 mil pessoas poderão realizar consultas e procedimentos em três especialidades.


“Com este programa há uma economia de escala, porque a ação preventiva custa cinco vezes menos do que a ação curativa. O orçamento com melhor gestão é destinado à prevenção e a economia é investida em mais medicamentos, mais médicos e mais equipamentos no hospitais públicos”, afirmou o prefeito Doria, em vistoria às carretas.

O objetivo do programa é promover a prevenção de problemas de saúde por meio do acompanhamento, monitoramento e diagnóstico precoce. Cada especialidade contará com uma unidade móvel, que irá percorrer a cidade em sistema de rodízio, permanecendo por um mês em cada bairro.

Cada equipamento tem capacidade de realizar entre 50 e 60 atendimentos por dia, funcionando de segunda-feira a sábado, das 8h às 17h. Para utilizar o serviço, é necessário fazer o agendamento em uma Unidade Básica de Saúde (UBS).

As três primeiras carretas têm capacidade de receber 3.200 pessoas por mês com cerca de 15 mil exames, a princípio nas especialidades oftalmologia, cirurgia vascular e saúde da mulher. Somente no primeiro dia, serão 115 atendimentos médicos.

Na próxima semana, a carreta de cirurgia vascular permanece em Itaquera. O equipamento de oftalmologia vai para Capela do Socorro, na Zona Sul, em 13 de março e a outra carreta será instalada em Perus, na Zona Norte. O atendimento nesses dois locais começa em 20 de março – tempo necessário para montagem das carretas e agendamentos das consultas. 

A unidade de cirurgia vascular oferece consulta especializada e o exame ultrassom doppler, utilizado para avaliar a necessidade de cirurgia. Na carreta de oftalmologia são realizadas consultas para a prescrição de óculos e exames médicos preventivos sobre riscos cardiológicos. Pacientes diagnosticados com problemas de visão como miopia e astigmatismo receberão os óculos prescritos gratuitamente, em 30 dias.

“Na carreta vascular em 80% dos casos o paciente vai sair curado, porque temos aqui um procedimento que evita as cirurgias. Na carreta oftalmológica também 80% dos casos serão resolvidos com a avaliação e distribuição dos óculos. Os problemas mais raros ou graves são encaminhados para os hospitais”, explica o secretário Wilson Pollara (Saúde).

Todos os equipamentos vão oferecer orientações de prevenção e procedimentos de avaliação pré-operatórios, como exames laboratoriais e eletrocardiograma. Atualmente mais de 45 mil pessoas aguardam por atendimentos especializados nas áreas de oftalmologia, ginecologia e cirurgia vascular.

Na primeira fase, a ação receberá investimentos mensais de cerca de R$ 570 mil. Os próximos passos do programa são a disponibilização de mais cinco unidades, para atendimentos em saúde do homem, saúde escolar, gastroenterologia, coloproctologia e dermatologia.

Mais imagens: www.prefeitura.sp.gov.br/imprensa