Notícias

Maior mural de grafite a céu aberto da América Latina é inaugurado na avenida 23 de maio

De Secretaria Especial de Comunicação

Uma das avenidas mais importantes para o trânsito da cidade de São Paulo, a 23 de maio é agora também a sede do maior mural de grafite a céu aberto da América Latina. Com 15 mil metros quadrados em 70 muros entre a passarela Ciccilio Matarazzo, em frente ao Museu de Arte Contemporânea (MAC) e os arcos da Praça dos Artesões Calabreses, as obras reuniram os trabalhos de 200 artistas desde o início de janeiro e foram entregues neste domingo (1º).

Para se ter uma ideia do tamanho do projeto, o grafite nos muros da Linha-1 Vermelha do Metrô, no caminho da Arena Corinthians, em Itaquera, na zona leste, feito na Copa do Mundo de 2014, contava com menos de 10 mil metros quadrados e quatro quilômetros de extensão. O projeto da 23 de maio atinge de 5,4 quilômetros de extensão de muros em 15 mil metros quadrados.

“O grafite paulistano é respeitado pelos brasileiros e no exterior. Estamos abrindo o principal eixo de mobilidade da cidade, que é o Corredor Norte-Sul para a arte urbana, com apoio e fomento da Prefeitura, em um diálogo com a cidade e com a curadoria, no sentido de tornar nossa mais vida mais agradável”, afirmou o prefeito Fernando Haddad.

A inauguração foi comemorada com uma pedalada, que contou com a participação de mais 100 pessoas. O trajeto percorreu toda a área abrangida pelos grafites com explicações sobre as obras e seus processos de produção. O prefeito Haddad participou da pedalada e destacou o papel do município na busca pela ocupação do espaço público na capital paulista com medidas como as ciclovias, praças wi-fi, regularização da comida e dos artistas de rua.

“A realidade hoje na cidade é a favor da apropriação do espaço público e não contra e pela interdição. Essa é uma vitória que nós vamos celebrar mais ainda, por conta dessa resistência de uns poucos que não entendem que São Paulo é maior que imaginam e é uma cidade cosmopolita”, disse Haddad.

Além de apoio material, a Prefeitura auxiliou ainda na segurança dos artistas com a Guarda Civil Metropolitana (GCM), na limpeza dos muros, ampliação da iluminação e corte de grama com a Coordenação das Subprefeituras e a Secretaria Municipal de Serviços. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) prestou apoio na organização do trânsito durante o trabalho.

Além do prefeito, participaram da passeata os secretários de Transporte, Jilmar Tatto e Cultura, Guilherme Varela, além do futuro secretário da pasta, Nabil Bounduki.

Fotos
Credito: Heloisa Ballarini/SECOM
Foto 1 | Foto 2 | Foto 3 | Foto 4 | Foto 5 | Foto 6 | Foto 7 | Foto 8

São Paulo na TV

22º SP Cidade Linda

Ver agenda completa