Notícias

Programa “Marginal Segura” promove ações de melhoria da segurança

Prefeitura implementa reforços na operação, sinalização, fiscalização e orientação aos motoristas, ciclistas e pedestres nas marginais Pinheiros e Tietê

De Secretaria Especial de Comunicação

A Prefeitura de São Paulo realizou nesta terça-feira (24) o anúncio oficial do Marginal Segura, programa que promoverá a partir da 0h desta quarta-feira (25) uma série de ações de melhoria da segurança nas marginais. O plano operacional do projeto engloba intervenções para pedestres, ciclistas, motociclistas, além de ações educativas.

“Este é esforço por uma marginal segura. Vocês vão perceber a quantidade de serviços, iniciativas, equipamentos, tecnologia e vigilância envolvidos nesta ação. É um programa muito mais amplo do que apenas a readequação das velocidades”, afirmou o prefeito João Doria.

Para os pedestres, foram realizadas ações de engenharia que garantem maior segurança a quem caminha pelas calçadas que dão acessos a pontos de ônibus, estações de trem, comércios, shoppings e outros estabelecimentos nas vias perpendiculares às marginais.

Foram instaladas 18 novas lombofaixas (travessias elevadas) em alças de acesso ao longo das marginais – passando a via de 15 para 33 lombofaixas. A Prefeitura já trabalha para a instalação de outras duas travessias elevadas, que estão em fase de obras. A sinalização também foi melhorada nesses locais com a instalação de placas educativas e de advertência, alertando para a circulação de pessoas. Os concessionários de ônibus também se comprometeram a treinar seus motoristas para melhorar a segurança dos usuários de transporte público.

“Esses equipamentos propiciam um incremento na segurança dos pedestres na travessia uma vez que o carro é obrigado a reduzir a velocidade”, explicou o secretário municipal de Mobilidade e Transportes, Sergio Avelleda.

Ainda para os pedestres, o programa irá fazer o rebaixamento de 20 guias de rua, para facilitar o acesso de pessoas que têm dificuldade de locomoção de qualquer natureza. Além disso, diversas faixas de pedestres, que estavam apagadas, foram repintadas e 65 metros de gradis, para conduzir os pedestres até as lombofaixas, foram instalados.

“As lombofaixas não estão distantes das esquinas. Não estão penalizando o pedestre, obrigando a uma viagem negativa. Elas estão próximas às esquinas e sem penalidade alguma aos pedestres”, explicou Avelleda. 

Bike Stop
Dentro do Marginal Segura, a Prefeitura de São Paulo lançou ações de apoio aos ciclistas. Serão criados os Bike Stop, paradas gratuitas com paraciclos, áreas de manutenção, vestiários e chuveiros.

“Essa é uma deficiência para os ciclistas, a estrutura cicloviária não passa apenas por vias. É preciso ter também estruturas que propiciem aos ciclistas a oportunidade de chegar ao trabalho e tomar um banho, porque muitas vezes a atividade provoca suor; ter um posto de manutenção onde se possa carregar um pneu ou até um espaço para estacionar a bicicleta. E esse programa começa no Marginal Segura, mas será ampliado para toda a cidade” explicou Avelleda.

Os três primeiros pontos do Bike Stop ficarão dentro de áreas administrativas da CET, localizadas na Rua Sumidouro, na Ponte do Tatuapé e na Ponte Ary Torres. Para utilizar os espaços, os ciclistas terão que realizar um cadastro com cópia da identidade, do comprovante de residência e a assinatura de um termo de responsabilidade, já que terão acesso a áreas administrativas da CET. 

Operação e Fiscalização
O Programa Marginal Segura também prevê um melhor atendimento aos motoristas em caso de ocorrências. Além das ambulâncias, já presentes nas marginais, haverá 30 novas motocicletas, 11 viaturas leves (furgões) e 36 picapes, sendo 10 novas. Em caso de veículos quebrados, a CET também contará com quatro guinchos à disposição.

Em parceria com a Polícia Militar, a CET também irá viabilizar dois novos pontos para pouso de emergência de helicópteros Águia da Polícia Militar.

O monitoramento por câmeras também foi melhorado. Em 15 dias, a nova gestão conseguiu consertar 20 equipamentos que estavam quebrados e sem manutenção. Agora há 54 câmeras em funcionamento nas marginais.

Para reforçar a fiscalização das motos nas marginais serão utilizados 14 radares-pistola para autuar exclusivamente as infrações cometidas pelos motociclistas. As motos permanecerão proibidas de circular na pista expressa da Marginal Tietê.

A CET também reforçará sinalização sobre as condições de tráfego das marginais. Estão sendo colocadas 900 novas placas de sinalização, além de 45 painéis eletrônicos para orientar os motoristas sobre o trânsito, alagamentos e acidentes. Também será ampliado o número de agentes de trânsito, passando o efetivo de 169 para 259 - 90 a mais. 

Veículos Anjos”
Como forma de apoiar o programa Marginal Segura, a Prefeitura de São Paulo recebeu de empresas do ramo automotivo novos veículos que farão parte da iniciativa. Os “Veículos Anjos” servirão para dar o apoio necessário à ação e garantir mais segurança aos 3 milhões de motoristas que trafegam diariamente pelas marginais Pinheiros e Tietê. Além disso, empresários se reuniram para a doação de placas e serviços de sinalização horizontal e vertical. 

Assistência Social
Em parceria com a Secretaria Municipal de Prefeituras Regionais e a Secretaria Municipal da Assistência e Desenvolvimento Social, está sendo feito um trabalho de retirada dos ambulantes e de orientação aos moradores em situação de rua que estão nas marginais. Famílias que vivem em comunidades estão sendo cadastradas para que possam deixar as áreas de risco.

São Paulo na TV

Parque Rodrigo de Gasperi recebe Mutirão Mário Covas